domingo, 9 de setembro de 2012

Há tempo para tudo debaixo do céu


O título do post é uma passagem da Bíblia, está escrito em Eclesiastes  capítulo 3 onde diz que: há tempo para nascer, há tempo para morrer, há tempo para plantar, há tempo para colher... Depois quem quiser pode ler o capítulo todo é muito interessante, na minha opinião, fala do tempo.
Ando muito reflexiva nestes dias, acho que ainda é por conta do meu aniversário, não tinha em mente fazer este post, mas hoje um fato me chamou a atenção, o Daniel, prá quem não sabe é meu filho mais velho, foi chamado pela Diretora de sua escola para tocar em um Asilo para Idosos, e nós fomos, não há como ir a estes lugares e não ficar comovidos com a situação de cada pessoa que está ali. Pensar em como foi cada pessoa quando era jovem, eu não sou tão jovem, mas perto daqueles idosos, eu ainda sou bem jovem.
Penso que a Bíblia sempre tem razão, e nesse caso não é diferente, tem um tempo para tudo, nós ou melhor eu é que atropelo tudo, e depois ainda culpamos outras pessoas, ou até Deus por termos nossos planos frustrados.
Há um tempo para isso também, para ficarmos velhos, ou não, outros morrem jovens, até crianças, ninguém quer morrer, mas olhando para aqueles idosos, sofrendo, não sei o que é pior, pensar em deixar meus filhos para trás, ou ficar bem velhinha,  usando uma fralda geriátrica, numa instituição, por mais que seja bem cuidado, e pelo que percebi, só alguns recebem visitas de parentes.
O importante é sabermos que desde o momento que nascemos, a não ser o caso do filme "O curioso caso de Benjamim Buton", em que ele ficava cada vez mais jovem, nós ficamos a cada dia mais velhos. Não sei quanto a vocês, mas sempre que a questão tempo é abordada eu fico chateada comigo mesma, porque sei que não sei lidar com ele. Esses dias conversando com a querida blogueira Maria Lucia, estava dizendo como admiro o amigo blogueiro Felisberto, o rapaz deve ter alguma sabedoria milenar japonesa para fazer tanta coisa com o tempo, é um verdadeiro ninja, ele me disse que é organizado mesmo, preciso me organizar assim, pois o tempo passa muito rápido, esse feriado passou muito rápido, foi maravilhoso, mas sinto que precisava de mais um dia para realmente descansar. Eu sempre digo que o tempo é nosso amigo ou nosso inimigo, basta sabermos usá-lo.
Com relação a ficarmos mais velhos, não temos o poder de prever o futuro, mas temos o poder de fazer o nosso presente, como o próprio nome diz um presente para nós e para quem nos cerca.
Um beijão a todos, uma ótima semana. Fiquem com Deus.
                                               Daniel tocando para os idosos
                                             Daniel e Fernando com os idosos

54 comentários:

  1. Esse tema realmente nos emociona. Tenho convivido na clínica que minha mãe está e vejo ,.Umas bem assistidas, rodeada da família sempre, acompanhante, enfermagem particular. Outra há, ali deitadas, sozinhas, ninguém aparece! Triste, triste isso!


    Uma semana linda pra ti! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica
      Como eu não estou acostumada com esse tipo de clínica, e como foi na semana do meu aniversário, acho que por isso fiquei mais comovida.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  2. Oi Lu,

    Tudo bem?

    Que bom que o feriado foi intenso em relacionamentos. Achei emocionante a ida do Daniel ao local para tocar. Quando vi as fotos no facebook, pensei que o tempo voa e que lá poderá ser o local de parada. O que desejo? Que eu possa dedicar parte do meu tempo para uma atividade como essa que permita crescimento espiritual e não material.

    Boa semana e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu minha irmã de fé
      Sério? Você ficou emocionada? Sabe, ele gostou muito, e eu fiquei muito orgulhosa do meu filho já ser altruísta desde cedo, tanto que ele irá voltar mais vezes, pois eles gostaram muito! Acho que você disse tudo amiga, faltou issso no meu post, precisamos dedicar nossa vida ao que realmente valha a pena o crescimenteo espiritual e não material.
      Bjão amiga querida. Fique com Deus!

      Excluir
  3. Lucianinha, queridona!
    Visitava com mais frequência asilos, desde que minha filha nasceu,boa parte do tempo foi absorvido em passeios para que ela curta a infância em seu lado mais lúdico, para depois aos poucos, irmos introduzindo (e o mundo), essas questões. Mas muitas reflexões com certeza renascem dessas visitas, e geralmente as relacionadas com o tempo.
    Procuremos, então, sermos felizes no tempo que tivermos!
    Beijos e ótima semana a ti e tua família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cissa queridona
      Não há como visitar essas instituições e não ficarmos reflexivas né?! Ainda mais que eu já estava por conta do meu aniversário kkkkkkk.
      Bjão queridona. Fique com Deus!

      Excluir
  4. Olá! Postagem linda Luciana! Parabéns!Passando pra lembrar que você está no Blog Novo desta semana com os outros dois blogs! Bjão!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elaine
      Obrigada pelo elogio ao post, e obrigada pela força de sempre aos meus blogs.
      Bjão Fique com Deus!

      Excluir
  5. Oi Lú!

    Beleza de postagem. Realmente o tempo é um troço cruel e esquisito. Uns conseguem organizá-lo tão bem e outros tão mal.

    Acho que as vezes falta sabedoria em nossa vida para que façamos mais de uma coisa ao mesmo tempo! Hahahahahahhahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André
      Obrigada pelo elogio meu querido padrinho de blog, é sempre um incentivo! Você viu, estou seguindo seu conselho e postando mais na semana. Ah o tempo, é realmente difícil domá-lo kkkkkkk.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  6. Oii Luciana, que lindo seu filho ter ido tocar p eles, de fato envelhecer exige resignação, é uma perda grande de funções que vão acontecer mais cedo ou mais tarde dependendo da qualidade da velhice, não gosto muito de pensar nisso, na verdade tenho medo da velhice, rsrs, minha filha brinca comigo dizendo que se eu for boazinha com ela, ela vai me colocar em um asilo com hidromassagem kkkkkk, ou seja vai me por no asilo de qualquer jeito, rsrsr algumas histórias são muito tristes, afinal todos eles tiveram uma família um dia! Bjoooosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kellen
      Obrigada pelo elogio ao Dani, confesso que sempre fico orgulhosa ao vê-lo tocar, mas foi especial vê-lo tocar assim, para esse tipo de público. Acho que todos temos medo, no fundo da velhice mesmo, por isso prefiro não pensar nisso.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  7. Olá Luciana. Vim conhecer o seu espaço virtual e o achei interessante. Quanto ao texto, ele é bastante reflexivo, pois entramos em conflito constantemente com o tempo. Todavia, se as pessoas que envelhecem possuíssem a dignidade necessária para chegar ao fim, ele não seria tão conflituoso assim. É possível passar pelo tempo de modo criativo e feliz, isso se a sociedade entender e valorizar as experiências dos mais velhos e não abandoná-los nos asilos ou até mesmo nalgum quarto escuro. Sendo assim, a velhice torna-se um peso, um incômodo para quem se acha jovem e imortal. Minha mãe é velhinha (81 anos) e procuro dar a ela o maior conforto e atenção possível e penso que ela é feliz assim. Realmente, há tempo para tudo! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Augusto
      Obrigada pela visita, espero que volte mais vezes. Muito bom o seu comentário, acrescentou em muito o meu post, hoje em dia melhorou muito a vida do idosos, em comparação ao que era antigamente. Nenhum de nós somos imortais, aliás eu falei isso no post, isso é uma certeza, ficaremos velhos, a menos que morramos antes, então aproveitemos o hoje da melhor maneira possível.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  8. Lu, eu fui uma vez só em um lugar destes porque era obrigatório para fazer um trabalho escolar a respeito das situações destas "casas de repouso."
    O que observei de mais deprimente ali, digamos assim, eram as pessoas que tinham idade, mas ainda lúcidas, misturadas com aquelas que já estavam, na expressão popular, totalmente "caducas", fora da real. Penso no quanto devia ser difícil para os lúcidos conviver assim, com pessoas que não diziam nada com nada e, por vezes, até eram agressivas.
    É o tipo de visita que deixa uma sensação meio sobrecarregada mesmo, acontece com todo o mundo que tenha um pouco de noção, não tem nada a ver com seu aniversário não. rs.
    Impossível não sentir um certo mal estar e ficar indiferente diante do abandono, da solidão, das doenças que limitam tanto e, principalmente da carência destas pessoas.
    A respeito do Feliberto, ele é mesmo um ninja. ahahah.
    Não sei como consegue se organizar de tal forma a atualizar o blogue todos os dias, eu mal consigo acompanhá-lo (tá, que eu ando muito enrolado em comentar muitos blogues que gostaria), ele é um enigna pra Ciência. Tal como você, sou a desorganização em pessoa também, piora ainda quando se une a procrastinação... afff!
    Tenho tantas coisas pra fazer e quando vejo, as 24 horas do dia não foram suficiente, por descuido meu mesmo, admito.
    Boa semana parceira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris
      É por isso que eu sinto sua falta por aqui, seus comentários são realmente preciosos! Obrigada por compartilhar comigo da mesma desorganização kkkkkkkk. É como eu sempre digo #tamo junto, a gente é bem parecido em muita coisa.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  9. Olá Luciana,

    Seu texto me comoveu, já fui num asilo, sei como é difícil ver as pessoas deixadas ali, muitas delas ainda tem família e isso dá um aperto no peito.

    Quanto ao tempo, tendo entendê-lo mas acho que a total compreensão desse gigante indecifrável, vai além dos meus entendimentos, o jeito é viver o presente da melhor forma possível!

    Parabéns pelo post!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa
      É realmente muito comovente ver os idosos ali, sabendo que tem família. Que bom que gostou do post, fico feliz, pois mesmo conhecendo seu blog há pouco tempo, já admiro seu jeito de escrever! Gostei da sua definição do tempo "gigante indecifrável".
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  10. Lu,
    Seus filhos são tão lindos! E o Daniel tocando flauta para os idosos... Você deve sentir muito orgulho deles, não é?
    Sabe, o que mais me assusta na velhice não é a fragilidade, nem são as limitações físicas. É a solidão e o abandono.
    Mas como você disse bem, há um tempo para tudo e não podemos prever o futuro. O presente é o que temos e ele deve ser bom, para nós mesmos e para quem nos cerca.
    Esse post me fez lembrar do quanto preciso usar o tempo como aliado e não como inimigo!
    Muitos beijos! E uma ótima semana para você também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa
      Obrigada pelo elogio! Eu sou suspeita kkkkk. Como eu disse acima, eu sempre sinto orgulho quando ele toca, mas fique sim, mas orgulhosa, principalmente porque ele fez com muito carinho, ele tem um coração bom! Vou te confessar uma coisa, eu também tenho muito medo da solidão, já disse isso aqui. Que bom que gostou do post.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  11. Querida Luciana, digo querida,sim, porque, apesar do pouquíssimo tempo de interação, sinto, pelo que leio de você, que você é super do bem, e pessoas do bem são sempre queridas.
    Bom, explicações à parte, seu texto é o que eu chamo de post verdade. Verdade que muitas vezes são cruas, como essa dos asilos. E o Christian, esse menino admiravelmente maduro, disse tudo o que eu poderia dizer mais.
    Também sou meio desorganizada... e os feriados passam que eu nem vejo. Fico contando os dias para um feriado e quando ele chega é assim: esse feriado vai ser legal, não foi?...

    Parabéns pelo filho que você tem, que ele seja sempre abençoado, como já é abençoado com o dom da música.

    um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ligéia
      Obrigada pelo elogio, espero corresponder a altura dele, mas vou avisando que sou muito falha kkkkkk. É, o Chris é um menino prodigío, eu sempre falo isso para ele, e já rasguei seda, antes de ler seu comentário. Mais uma do meu time de desorganizados kkkkkk, que bom que não estou só. Obrigada pelo elogio ao meu filho também.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  12. Oi Lu, abençoada, como estais?

    Realmente andas reflexiva, mas isso é bom. Concordo contigo, a Bíblia é o Livro dos livros, um poço infinito de sabedoria, e vez por outra me pego refletindo nessa passagem de Salomão, o tempo é inexorável, não há como pararmos o tempo, ele é inclemente, envelhecemos mesmo, mas creio que, cada fase de nossas vidas tem coisas maravilhosas para aprendermos, lógico, que a melhor fase de nossas vidas é a nossa juventude, mesmo que não tenhamos maturidade o suficiente, mas é uma fase em que podemos fazer qualquer coisa e a limitação física não é empecilho, já outros veem a fase mais madura como sendo a melhor fase de nossas vidas, bem, acho que devemos sim extrair o melhor de cada fase de nossas limitadas vidas, sabendo viver da melhor forma possível, envelheceremos bem e felizes. Parabéns pelo texto.

    Um abração e fica na paz.

    ResponderExcluir
  13. Oi Cheng, meu irmão de fé
    Não é a toa que a Bíblia é o maior best seller de todos os tempos! Muito bom seu comentário, como sempre, sou suspeita, porque você escreve muito bem, e quando comenta por aqui, também sempre acrescenta ao meu post. Obrigada pelo carinho de sempre!
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  14. Olá amiga Luciana
    Lindo post, adorei.
    É verdade tudo tem seu tempo e sua hora, acredito muito nestas palavras. O que não podemos é ficar ligado a isso esperando o fim de sua existência chegar, penso que aproveitar melhor o dia se organizar é muito bom, até o animo da gente melhora,as vezes fazer tudo no improviso pode ser bem divertido também, mas não sempre,kkkkkk
    Chegaremos sim na velhice e claro que tudo fica mais complicado,aceitamos nosso tempo chegando com convicção em aceitar com dignidade.
    Beijinhos amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Verinha
      Que bom que gostou do post. Eu também adorei seu comentário, você tem toda razão, temos que sermos organizados, mas como todo bom brasileiro é legal improvisar também kkkk, o ruim é quando a pessoa, igual a mim, vive improvisando kkkkkk. Linda reflexão você fez!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  15. Luciana, se há uma palavra que me consola é essa de Eclesiastes 3, pois assim entendemos que Deus é quem dá e é quem tira, é Ele quem decide o tempo que nos doará.
    Agora como você falou, é importante administrar o tempo, de forma que ele não escorregue pelos nossos dedos, já que a vida é tão curta, que a vivamos com sabedoria e sabendo que o momento ido, jamais retornará.
    Esse incentivo que deram para a ida do Daniel ao asilo, vai com certeza fazê-lo crescer mais, respeitar mais e amar mais nossos velhos. Eles precisam se sentirem acariciados pelos jovens, notar que alguém se importam com eles. Eu tenho medo da solidão da velhice Lu, e sei como é triste esse isolamento que a sociedade impõe a eles, excluindo-os como se fossem tolos, sendo que a vivência trouxe experiências que poderiam ser compartilhada...
    Esses momentos que nos deparamos com a realidade social é que sentimos como somos frágeis diante do tempo e descartados diante do semelhante.
    Epaaaaaaa estou meio nostálgica, vai ver que é essa danada chamada idade.
    A vida é isso Lu, um eterno aprender, um eterno buscar! E refletir faz parte desse amadurecimento, ou seja, enquanto subimos o degrau, descobrimos que apesar do cansaço, estamos num grau mais elevado, mais firme, mais resistentes.
    Beijokas doces e uma semana maravilhosa.

    ResponderExcluir
  16. Oi Marly
    Que bom que voltou! Já te disse queridona que a blogosfera não é a mesma sem ti! Foi muito bom para o Daniel mesmo, ele até irá voltar com a diretora, quando forem entregar as doações que foram levantadas em prol do Lar, ele vai tocar novamente, eu estou longe da perfeição, mas tento passar bons princípios para meus filhos, e dando exemplo, é claro! Adorei seu comentário queridona, espero estar mesmo amadurecendo com a idade.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  17. Olá Lú,

    Primeiramente não tem como deixar de elogiar vocês pelo fato do Daniel levar seu talento musical para os velhinhos no asilo. Já vivenciei experiência semelhante e sei como isso é muito importante para eles. E sabe, felizmente ou infelizmente, quando tive essa oportunidade observei ali nitidamente a máxima que diz: vamos colher aquilo que plantamos, portanto que planta vento colhe tempestade. Muitos que não cativaram o amor dos seus filhos quando novos agora não tem quem com eles se preocupe... É triste mas é fato! Outros tantos, velhinhos com muitos problemas, continuam sendo amados e queridos em pleno seio familiar, isso porque souberam plantar, e quem planta amor colhe amor! E saber lidar com o tempo é fundamental, por isso nunca devemos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje!

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flavinho
      Obrigada pelo elogio, e sabe que ele gostou?! Quer até voltar. Eu penso como você, mas não quis entrar no mérito da questão, achei que o post iria ficar meio polêmico kkkkk, pode haver quem discorde, e o ponto do post é sobre o tempo, mas você tem razão meu amigo.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  18. BELO ALVORECER AMIGA AMADA !!!!!
    QUE BONITO ESSE SEU DESPRENDIMENTO PELO O MENOS FAVORECIDO.SABIAS QUE TODAS AS VEZES QUE NOS DAMOS NOSSO TEMPO PARA UMA VISITA DESSA,ACHAMOS QUE ESTAMOS DANDO UM BOM PRESENTE,MAS É O CONTRARIO,QUEM GANHA O PRESENTE SOMOS NÓS,POR FAZER O OUTRO FELIZ.E TUDO QUE DAMOS NESSA VIDA RECEBEMOS EM DOBRO,POR ISSO QUE SEMPRE DIGO,TEMOS QUE DAR O MELHOR QUE TEMOS PARA GANHAR COM JUROS E CORREÇÃO .EU TENHO UMA TIA QUE VIVE NUM ABRIGO DE IDOSOS,E CONHEÇO MUITO BEM ESSE LADO.
    DESEJO QUE SEU CORAÇÃO E DO SEU FILHO SEMPRE TENHAS RAZÃO PARA CONTINUAR AMANDO ASSIM O MENOS FAVORECIDO...
    BJSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Severa
      Obrigada pelas lindas palavras poéticas, vindo de uma grande poeta que és! Pode deixar que eu sempre irei incentivar meu filho a amar os menos favorecidos.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  19. Oi Amiga! Quanto tempo! Andei meio doente e não estava visitando os blogs.
    Fiquei comovida com a fotos! Que coisa mais linda o seu filho tocar para os idosos!
    Aproveitando: peço desculpas por não ter te cumprimentado no seu aniversário. É que estive viajando no feriado.
    Mas desejo de coração que Deus a abençoe ricamente com muita saúde, paz, alegrias e realizações!
    E que lhe conceda sabedoria para aproveitar melhor seu tempo! Que Jesus esteja sempre com vc!
    Vc sabe que essa questão tempo me agustia também?
    Ultimamente tenho me sentido escrava do tempo (eu até já escrevi à respeito). E tenho pedido à Deus que me conceda sabedoria para melhor administrá-lo.
    Quanto à velhice, é triste visitar os asilos. Um vez eu fui visitar uma tia minha, e vi o quanto é deprimente...
    Mas quando penso nessa fase da vida, eu procuro me lembrar da minha Avó materna, que viveu até os 97 anos. E teve um vida feliz e plena até falecer.
    Essa é a velhice que eu peço a Deus!
    Bem, vou parando por aqui.
    Um grande beijo, com carinho.
    Adelisa.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adelisa
      Obrigada pelas felicitações do aniversário. É, eu me lembro do seu post sobre o tempo, muito bom, por sinal! Que bom relato da sua avó, fique feliz por você e por ela.
      Bjão amiga. Fique com Deus!

      Excluir
  20. Lindo, Luciana. Adorei isso.
    Sabe, eu tenho vontade de visitar um asilo, orfanato, mas quer saber? Morro de medo. Medo de me emocionar e não conseguir me conter diante de todos.
    Eu sou muito emotiva com relação ao sofrimento alheio, e não me conformo quando vejo um pai ou uma mãe que tanto lutou pra criar seus filhos acabam parando num lar para idosos quando eram pra ser responsabilidade dos filhos, ou outros e outros casos. Ai, eu choro e me revolto mesmo.
    Sobre orfanatos? o que dizer? Tenho vontade de trazer todas as crianças comigo, mas me frustro pro não poder fazê-lo.
    Peço muito a Deus que me dê forças, coragem e maturidade para visitar esses lares e poder transmitir, de alguma forma, minha boa energia para quem tanto precisa de uma feto.

    BEijos

    Cléo - Conheça o blog Vejo Por Aí...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cléo
      Obrigada pelo elogio
      É difícil, como eu disse no post, não tem como não ficar emotivo, eu fiz até um post kkkkkk, então se você acha que não aguenta, é melhor não ir mesmo, vá quando sentir no coração.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  21. Olá, Luciana.
    Creio que o segredo de uma vida bem vivida é sabermos aproveitar cada dia que passa, sem nos preocuparmos com a velhice, já que ela é inevitável.
    E, de qualquer forma, quando estivermos mais velhos e mais sábios, nossa visão de mundo será outra, bem diferente da atual.
    Abraço, Luciana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacques
      Muito bom seu comentário meu amigo, como sempre, seu comentário é intelectual, atual e sensível. Adorei!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  22. Oi, Lu, tudo bem? Muito bom, o texto. EU penso que, se um dia eu ficar bem velhinha, gostaria de ser colocada em um abrigo, preste atenção no verbo - colocada e não jogada. Um bom abrigo, não esses públicos. Minha mãe adotiva está com alzheimer e está em um lugar muito bacana, muito bem cuidada. Só que é pago, e acho bem caro. Ela não sai porque não pode, já não se lembra de mais nada. Mas, as pessoas não precisam ficar velhas porque estão com mais idade. A idade biológica é uma e a cronológica é outra. Duas pessoas podem ter a mesma idade cronológica, mas, uma ser bem mais jovem que a outra. Não é mesmo? O importante, é nos renovarmos sempre, estar abertos para o novo. Preste atenção, uma criança quando nasce é mole, flexível, um adulto intransigente não tem flexibilidade, vai endurecendo. Veja como um cadáver é rígido. Grande parte das pessoas, inclusive, morrem antes da morte física. Então, sempre devemos cuidar da nossa mente, nosso corpo, não precisamos ficar velhos, e sim, apenas ter mais idade. Um beijão para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fatima
      Nossa você é uma das poucas pessoas que pensa racionalmente em ser colocada em um abrigo, como eu falei no post, eu prefiro não pensar no assunto kkkkkk. Gostei muito do seu comentário, acrescentou em muito ao meu post!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  23. Oi, Luciana! Aniversários nos deixam mesmo reflexivas...élinda essa passagem da Bíblia.
    Há uns dois anos a escola onde trabalho visitou um asilo, e é mesmo algo que nos faz pensar. Eu também sou dessas pessoas que vive querendo abraçar o mundo, mas Deus, em sua infinita sabedoria, tem me colocado freios na marra. E hoje estou vivendo o tempo do semear, e me policiando para aguardar o tempo certo da colheita, nem com frutos verdes de amargar, nem com frutos passados e podres. Estar com idosos nos mostra o quanto viver é importante, mas atropelar o tempo pode causar estragos irreversíveis.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia
      Ainda bem que não sou só eu quem fico reflexiva com o aniversário kkkkk, e temos em comum o fato de querermos abraçar o mundo! Agora essse lance da colheita que você disse, achei bem legal! Gostei muito do seu comentário no geral!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  24. Boa Tarde Amiga.
    Hoje venho agradecer o carinho deixado no meu blog pelo meu aniversário.
    Agradeço a Deus por ter sua amizade e carinho muito tem me ajudado a romper
    muitos momentos difícil pelo qual tenho passado.
    A amizade é tudo nesses momentos conhecemos o carinho da amizade Sincera.
    Beijos no seu coração.
    Meu eterno agradecimento,Evanir..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evanir
      Não tem o que agradecer, você é que é uma pessoa meiga e querida não só por mim, mas por várias pessoas da blogosfera.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  25. Muito linda a participação de seu filho. Um asilo provoca, de fato, reflexões. É difícil lidar com a passagem do tempo, com a sensação de que caminhamos com mais lentidão. Fico sensibilizada com o abandono dos idosos. Quem colheu os frutos que eles ofereceram deveria lhes dar amparo na fase mais difícil da vida. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marilene
      Obrigada pelo elogio ao meu filho, ele gostou muito de ter tocado lá, assim como os idosos gostaram da participação dele. Também fiquei comovida, tanto que decidi fazer o post.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir

  26. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem.Lu!
    Minha amiga, também, gosto muito de ler esse capítulo 3, Para tudo há uma ocasião certa;há um tempo certo para cada propósito. Ele fez tudo apropriado ao seu tempo. Descobri que não há nada melhor para o homem do que ser feliz e praticar o bem enquanto vive..
    sim...e quanto à organização, é somente um ponto de partida para tudo que faço, mas,sou ciente do imponderável, e utilizo sempre a sensatez e a sensibilidade para execução, que é o q importa! Nem sempre o planejado dará certo, as escolhas podem ter sido erradas, e por isso, temos que utilizar o aprendizado e a vivência para termos sempre a possibilidade de opções diversas...como dizia meu técnico de futebol,correr todo mundo corre, a diferença é correr certo...
    e posso imaginar o "bem danado" que será para o Daniel essa visita ao abrigo, deparar com a carência das pessoas que lá vivem, e do que mais necessitam, que é de atenção...com certeza, angariou muita sabedoria e aprendizagem. Eles no abrigo, tem muito a ensinar ...
    Obrigado pelo carinho, tá?
    Boa quarta feira!Paz e luz
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Felis
      Como sempre um comentário que acrescenta ao meu blog. Me desculpe a brincadeira kkkk, acho que já temos intimidade para isso, por isso eu fiz a brincadeira, é que você é um exemplo de organização a ser seguido. Eu é que agradeço seu carinho de sempre com sua amiga aqui.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  27. Lu,que grandeza de texto!Só mesmo com sua sensibilidade pra nos fazer refletir sobre o tempo,o envelhecer...adoro essa passagem do Eclesiastes tb,é uma poesia!Lindo tb seu Daniel tocando e alegrando os idosos!Muito legal,valeu o dia!bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne
      Obrigada pelo elogio! Fiz com o coração, pois fiquei comovida com a situação dos idosos, e refleti sobre a nossa situação, o que fazemos com nosso tempo. Obrigada pelo carinho amiga.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  28. Oi Luciana, tudo bom?
    Pois é, amiga, o tempo é uma coisa escassa. Talvez nem seja; talvez eu é que não saiba administrá-lo. Agora mesmo só tenho tempo para ler o seu post e sair de novo. Para o meu próprio blog é difícil arranjar um tempo produtivo com atualizações de postagens. É preciso mais organização da minha parte.

    Quanto a envelhecer, isso é inevitável. Quero chegar a ficar bem velhinho, ter netos e tal. A forma de eu não acabar largado num asilo é construir uma boa família e ser bom para ela. Assim quando eu precisar, sempre terá alguém a olhar por mim.

    Envelhecer de corpo não tem solução; mas envelhecer de alma é apenas uma escolha. Se manter vívido é uma ótima forma de fazer as pazes com o tempo.

    Beijo e fica com Deus. Boa semana pra você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angelus
      Então você admite que é meio desorganizado como eu? Te achava o contrário kkkkk. Mas que linda definição da velhice. Amei! Vai para o meu face.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  29. OI LUCIANA,
    DEIXEI UM RECADO FALANDO QUE ESTOU TE SEGUINDO DESDE O DIA 04/09 MAS VC NÃO APARECEU PARA ME VISITAR.
    SOU AMIGA DA ELAINE!
    ESTOU TE AGUARDANDO...

    MEU BLOG:

    http://euzizi.blogspot.com.br

    BEIJINHOS.

    ResponderExcluir
  30. Luciana
    Minha querida parenta e conterrânea.
    Tardo mas sempre chego. Sou lerda mesmo,não repare.A questão do tempo acho sempre difícil de administrar.
    Com relação á idade é inexorável.Então necessitamos que Deus nos dê muita sabedoria para aproveitar-mos ao máximo cada momento. E você é um exemplo de força e muito amor. Posso imaginar a indescritível emoção que você sentiu ao ver o seu filho tocar nesse asilo.Uma linda doação. Parabéns a ele e a você pelo aniversário.
    Desejo um fim de semana iluminado para todos.

    Beijos

    ResponderExcluir

Os comentários estão moderados, é melhor assim! Sua opinião é importante para mim!
Obrigada! Volte sempre!