terça-feira, 25 de setembro de 2012

Porque a grama do vizinho é sempre mais verde?


Neste final de semana assisti ao filme "Eu queria ter a sua vida", uma comédia, que eu particularmente gostei. Não vou fazer nenhuma crítica do filme, porque essa é uma área do meu amigo José Bruno do blog Sublime Irrealidade, ou do garoto prodígio Mateus Leite do blog Criticas de Cinema, como também não vou fazer spoiller, quem quiser que assista o filme.

Esse tema em questão já foi abordado em outros filmes como "Uma Sexta feira muito louca", "De repente 30" e até o brasileiro "Se eu fosse você". Desde que o mundo é mundo, as pessoas estão descontentes com suas vidas ou acham que se tivessem tal idade estariam melhores, ou se tivessem tal emprego seriam mais felizes. Penso que deve ser por isso que surgiu esse ditado popular "a grama do vizinho é sempre mais verde".

As vezes eu me pego olhando para as pessoas a minha volta e parece que os problemas delas são menores que os meus, como se existisse um medidor de problema para saber qual é o problema mais grave, o meu ou o da minha colega de trabalho. É claro que para mim, o meu é pior, mas para ela, com certeza, o dela é mais difícil de resolver, e por aí vai.

Na Bíblia, os hebreus, hoje os judeus, estavam no deserto com fome, e Deus deu o maná, um tipo de um pãozinho que simplesmente aparecia todas as manhãs. Mas eles não podiam guardar, senão apodrecia, todos os dias o maná aparecia, mas eles não estavam contentes, pois eles queriam carne. Então Deus fez um bando de codornizes, ou seja, pássaros caírem sobre eles e eles comeram carne a se fartarem, mas eles sempre continuavam reclamando.

Por que este é um tema inesgotável para filmes? Porque é sempre um tema atual, se não nos policiarmos, estaremos também olhando para nosso amigo ou amiga e desejando a vida dele, quando na verdade todos temos problemas, assim como todos temos momentos felizes. Basta olharmos mais atentamente para a nossa grama!


59 comentários:

  1. Olhar pra minha grama é um exercicio diário kkkkk. COmo é dificil ficar satisfeita vice?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê
      Que bom que você tem isso como um exercício diário menina, eu tenho que aprender com você kkkkk.
      Bjão querida. Fique com Deus!

      Excluir
  2. Olá, Luciana.
    Acho que todos nós temos a nossa carga de problemas e lidamos com eles da forma que podemos,já que não temos opção alguma.
    O que ocorre é que muitas pessoas esquecem de se colocar no lugar do próximo, que pode ter problemas possivelmente muito maiores do que os nossos, mesmo que não deixe transparecer isso.
    Esta é a lição que filmes assim ensinam: coloque-se no lugar do seu próximo, pois só sentindo na pele os problemas dele e que passará a entendê-los.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacques
      Eu já te disse que adoro seus comentários? Eles enriquecem tanto o meu blog! É isso mesmo que você escreveu, basta nos colocarmos no lugar do outro que a gente vai ver que a vida dele não é tão fácil quanto a gente pensa.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  3. Lucianinha, queridona!
    Estou aqui, viu? :)

    Pois é, muitas vezes a empatia nos dá o tom para ajudar as pessoas; mas em exagero, podemos estar transferindo, inclusive, comparações. Na sociedade atual, me parece quase normal nos compararmos ao vizinho, ao próximo, porque traçamos, muitas vezes inconscientemente, uma espécie de competição, não percebendo que o correto é nos compararmos a nós mesmos; ou seja, sempre com o melhor que podemos ser, ou com períodos de nossa vida. Sempre têm períodos que são piores que outros; mas a vida gira em ciclos, então, a tendência é que tudo se normalize com o tempo.
    Beijãooo para ti e abraçãooo para tua família também *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cissa queridona
      Primeiramente quero te dizer que sentirei falta da Laura de dos personagens do Condomínio, espero que você já tenha algo em mente, para a "próxima temporada", e te agradecer mais uma vez por me incentivar a ser blogueira, isso me faz bem, e devo muito a ti. Seu comentário, sem comentários, kkkkkk, sempre enriquecendo meu post. Se eu tivesse um contador de top comentaristas vc seria um deles pois não deixou de comentar em nenhum post até hoje, então só posso te agradecer por tudo. Ainda bem que a vida gira em ciclos como você disse, e a tendência é tudo se normalizar, pena que a maioria, inclusive eu, não encara dessa forma as coisas, você, como você mesmo definiu é realista, além de inteligente e amiga, tenho que aprender contigo.

      Excluir
  4. Lucianinha,
    espero que tenha sido postado meu comentário.
    Não apareceu a mensagem de moderação, qualquer coisa, me avisa tá bom?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjão. queridona Fique com Deus!

      Excluir
    2. Lucianinha, queridona!
      Vim te agradece pelas palavras lá no Humoremconto!
      Me emocionei, menina... :)
      Beijos e ótimo fim de semana!

      Excluir
  5. Olhar para a nossa e ver como ela ainda está verdinha é o melhor que podemos fazer..

    Da nossa, sabemos bem cada pedacinho e por onde o "aparador" pode passar sem bater em pedrinhas.... um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica
      Muito bom o que você escreveu. Adorei seu comentário minha amiga blogueira experiente, sempre aprendo contigo!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  6. Oi Luciana

    Gostei do coment. da nossa querida amiga Chica. É bem isso aí mesmo. Seu texto é de grande reflexão. Esquecemos que Deus criou seres perfeitos, nos deu este Paraíso, que não conseguimos administrar.E como você bem disse, quando olhamos pra trás existem problemas piores que os nossos. Particulamente, quando reclamo, logo vem o feedback, me recomponho e digo a mim mesma.Esta não sou eu. Vou agora dar os mils passos que preciso.
    Um lindo dia para você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elisa
      Obrigada pelo seu comentário que é de grande valor, com certeza temos muito mais que agradecer do que reclamar a Deus!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  7. Olá Amiga! Bela reflexão! A grama do vizinho parece sempre estar mais verde, mas só ele sabe realmente a cor que ela tem...rsrs
    Vamos agradecer a Deus por tudo que temos hoje!
    Bjs, que Deus a abençoe.
    Adelisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adelisa
      Muito bom o seu comentário também amiga! Só o vizinho sabe a cor da grama dele kkkkkk. Devemos mesmo agradecer mais e reclamar menos.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  8. Oii amiga, de fato as pessoas sempre acham que seus problemas são maiores que os dos outros, certamente em muitos casos vão ser mesmo pois as cruzes não tem o mesmo peso para pessoas frágeis e fortes, porém não é olhando o jardim do vizinho que conquistamos o nosso, temos que planta-lo p que ele floresça, enfim, infelizmente o tempo que se perde desejando o que o outro tem é maior do que o tempo que se investe em conquistar o que desejam! Bjoooss e valeu a dica do filme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kellen
      Achei lindo seu comentário, a comparação com o jardim, ficou perfeito amiga! Se você gosta de comédia com final feliz, você vai gostar do filme.
      Bjão amiga. Fique com Deus!

      Excluir
  9. OLá Luciana querida, boa tarde!

    Você tocou num tema muito interessante, que é o de muita gente não estar satisfeita com o que tem, sempre achando que o outro tem sempre mais, e melhor. E é verdade, amiga. As pessoas quando assim agem são muito difíceis de agradar. Ficam focadas no que o outro possui, e se descuidam de olhar as coisas boas que ela mesma tem na vida. São do tipo de pessoas que além da insatisfação sistemática, são ingratas, porque não valorizam o que possuem.

    Gostei Luciana, desse teu despojamento em escrever sobre comportamento humano. Diversificando a escrita, hein menina bonita. Isso mesmo, gostei!

    Tenhamos todos uma bela noite de quarta feira!

    Bjos da LU...

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu
    Obrigada pelo elogio minha querida, você é sempre encantadora, tanto no seu blog, quanto quando comenta no meu, mas saiba que isso que escrevi serve para mim também kkkkk, as vezes olho para a grama do vizinho. Acho que quem nunca olhou para a grama do vizinho que atire a primeira pedra kkkkkk.
    Bjão querida. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu, tudo bem com você? Hoje é para filosofar. Como é um verde mais verde que o outro. Um verde mais escuro, um verde vivo? Mas, veja você não é tão bonito um verde menos verde quanto um verde mais verde? Por que temos necessidade o tempo todo de competição? Em tudo. Quem é o melhor ator? Quem é o mais bonito? Sempre quem é o mais mais. Quantos ótimos atores não existem? Quanta gente bonita não existe? Se é mais ou menos, o que importa? Por que temos tanta necessidade de conceitos. Minha grama é verde claro, legal. A do vizinho é abóbora, que diferente que legal! Temos que deixar o vizinho com a sua grama e cuidar da nossa, seja de que cor for. Por que essa comparação o tempo inteiro? Isso só pode trazer sofrimento. Estou feliz com a cor da minha grama, e espero que o meu vizinho esteja feliz com a dele também.
    Beijussssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fatima
      Nossa! Você filosofou mesmo einh?! Deu nó meu cérebro kkkkkkk. Agora falando sério, gostei muito do seu comentário, você tem toda razão.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  12. Lu, irmazona em Cristo, seu texto, curto e objetivo falou tudo, não precisava se delongar. E é isso mesmo, somos especialistas em reclamar, murmurar, achar que os nossos problemas são maiores que os dos outros, mas ledo engano, às vezes, a tranquila e aparente 'paz e prosperidade' de nosso vizinho, se esconde um poço profundo de problemas.

    Abração pra ti Lu, belo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cheng meu irmão de fé
      Obrigada pelo elogio, sempre me motiva a continuar escrevendo, já que você é um blogueiro experiente! Como já falei, isso é algo que penso que todos já fizeram alguma vez na vida, olhar para a grama do vizinho, mas o importante é rever os conceitos e valores e seguir em frente.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  13. Oi Luciana! Gostei do texto, pois é bem reflexivo. Sempre pergunto aos meus alunos: Quantoas vidas vocês têm? E todos respondem: Uma. Então começo a questionar se eles vão ser felizes ou ter apenas uma vidinha besta e sem graça, como a maioria?! As discussões pegam fogo de fato. Escrevi um texto com este tema chamado "Os novos avatares", no marcador Comportamento. Tenho certeza que vai gostar. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Augusto
      Obrigada pelo elogio, pelo que eu já vi dos seus textos, você escreve super bem, então sinto-me lisonjeada! É, você motiva mesmo seus alunos, eu também sempre vivo motivando meus filhos, principalmente o mais velho. Passo em breve no seu blog, e vejo esse post também que você citou.
      Bjos. Fique com Deus!

      Excluir
  14. Oi Lu,

    Tudo bem? Gostei do texto, mas tenho que ser curta, pois estou sem net. Penso que, mesmo havendo miopia ou hipermetropia, a nossa grama tem que ser a melhor, sempre, pois e a nossa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu minha irmã de fé
      Obrigada pelo elogio, é sempre bom um elogio, principalmente vindo de você, minha querida amiga. Gostei do que você disse, poderia até ter colocado no post.
      Bjão amiga. Fique com Deus!

      Excluir
  15. Oi Lú tudo bem aí?
    Realamente minha amiga tudo o que vc falou é verdade, e um ditado popular que ilustra bem isso é:

    - Você vê as pingas que eu bebo, mas não vê os tombos que caio!

    Hahahahahhahahaha, fica com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André
      Meu querido padrinho de blog, este outro ditado popular também é muito bom kkkkkk, é a mais pura verdade!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  16. Luciana, com certeza se cada um se preocupasse com sua própria grama, sem comparar com essa ou aquela, viveríamos de forma mais harmoniosa. É preciso agradecer o que se tem a cada dia, se não acabamos por ficar amargos e mesquinhos. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia
      Muito bom seu comentário, como sempre, desde que te conheci na blogosfera, pelo que você escreve no seu blog, e aqui, percebo que você é uma pessoa sensata e equilibrada, seu comentário só confirmou isso.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  17. O ser humano é assim, né!? Cheio de querer achar que a vida do outro é melhor e mimimi. Penso que nem é pq queremos a vida do vizinho, mas simplesmente o costume de reclamar da nossa vida. Enfim, na maioria das vezes, o ser humano nunca está contente com o que tem. Eu confesso que tenho tentado ver o lado bom de tudo em minha vida. Claro, como mulher que sou, muitas coias eu acabo reclamando. rsrsrsrs... mas, vamos tentar olhar pra nossa grama, e cuidar bem dela, para que não acabe morrendo.

    Ainda não assisti esser filme, mas achei bem engraçada a propaganda. É do tipo filminho pipoca, pra ver e dar umas risadinhas, né!?

    bjks :)

    ResponderExcluir
  18. Oi Joicy, minha querida
    Gostei do mimimi, me lembra o Chris kkkk, mas acho que é típico do ser humano mesmo, esse sentimento de inconformismo, adorei seu comentário, cuidar da nossa grama para ela não morrer! Ah, o filme é tipo pipoca mesmo, nada profundo ou cult kkkkk.
    Bjão minha madrinha de blog. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  19. Tem razão, será sempre um tema atual, porque não se pode fazer avaliações perfeitas da vida de outras pessoas. E comparações costumam gerar a irreal presunção de que somos mais infelizes, menos capazes... e por aí vai.
    Quando nos voltarmos para as nossas plantações e cuidarmos delas com afinco, deixaremos de observar o gramado alheio.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marilene
      Estou devendo várias visitas a vc, é por falta de tempo, eu adoro suas poesias. Ótimo seu comentário, o negócio é cuidarrmos da nossa plantação com afinco mesmo e deixarmos o gramado alheio.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  20. Oi amiga. Tudo bom?
    Se a gente não toma cuidado, acabamos sempre querendo mais e mais. E terminamos achando que a vida de quem está ao lado é mais fácil. De repente nem fazemos por mal, mas é um pouco de egoísmo isso de achar que nossos problemas são sempre maiores que o das outras pessoas.
    Fé em Deus é fundamental para seguirmos em frente de cabeça erguida e enfrentarmos nossas dificuldades.

    Beijo e tenha um bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angelus
      Você tocou num ponto certo, é tão automático, que as vezes nem é por mal acharmos nossos problemas maiores que os dos outros, mas fé em Deus mesmo, sempre!
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  21. Olá!Bom dia!
    Lu..minha amiga!
    Tudo bem por aqui?
    lendo seu texto me lembrei de uma frase que desconheço a autoria.""Às vezes, nossa vida é colocada de cabeça para baixo, para que possamos aprender a viver de cabeça para cima", ou seja,nunca damos o verdadeiro valor ao que temos, e portanto, temos que saber/aprender a "molhar a nossa grama " com maior frequência!
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    ah quanto ás visitas, eu entendo perfeitamente...sei como é...( óia o horário desse comments, risos)
    Bom domingo!Bençãos infinitas
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Felis
    Como é bom começar o meu domingo com um comentário seu, tão lindo e maravilhoso. Adorei! Eita rapaz, vc não dorme não? kkkkkkkk. Ainda bem que vc entende,vc sabe # tamo junto.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  23. Sempre é assim, a gente tem essa mania feia de achar que o mundo gira a nossa volta e que tudo é melhor/pior. Mas o que a gente deve fazer mesmo é tentar sair dessa vida medíocre e dar valor ao que temos. Felicidade não é busca, é estar feliz com o que possui sem precisar ter buscado muito a fundo. Adorei sua reflexão Lu.

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sá
      Obrigada pelo elogio minha sobrinha adotada que é um arraso kkkk. Você disse tudo. Adorei sua frase, vai para o meu face.
      Bjão da tia Lu.

      Excluir
  24. Oi Luciana,
    apesar de que ainda não assisti o filme,
    este assunto é mesmo um assunto bom de ser abordado.
    Infelizmente muitas vezes cometemos mesmo o erro de olhar mais para aquilo que não é nosso e deixar de lado o que nos pertence, nesses momentos acabamos nos esquecendo de que aquilo que é nosso, faz parte de uma conquista que apenas nós experimentamos, e que o dever de manter, e até aperfeiçoar, é nosso também.

    Um beijo,
    Uma linda semana.
    Jhosy
    http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jhosy
      Se você gosta de filmes tipo sessão pipoca, você vai gostar desse kkkkkkk. Gostei muito do seu comentário, você é uma moça muito inteligente, e que sabe dar valor as coisas realmente interessantes.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  25. Minha linda e amável, Lu,
    Passamos a infância acreditando que a merenda do colega é melhor do que a nossa, que só nós vamos ao banheiro e sentimos mal... Mas é ilusão! E só nos damos conta disso quando o tempo passa e vai nos indicando que todos somos em partes iguais ou semelhantes.
    Temos que nos conformar com o que somos e tempos, e procurar viver da melhor maneira possível a nós!
    Bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaque
      Obrigada pelos elogios, vc é que é uma querida! Você como educadora, abordou bem esse lado, isso vem desde a infância mesmo. Seu comentário acrescentou em muito ao meu post.
      Bjão querida. Fique com Deus!

      Excluir
  26. A grama do vizinho... a grama do vizinho...
    Temos que viver de forma que a pergunta seja: E o vizinho tem grama????rs
    Vou dar uma dica de filme, GUERRA É GUERRA. Comédia. Pode ser que vc não goste, se não gostar espero que não me xingue pela dica...kkkkkkk.... mas eu gostei muito!!!
    Beijos, Lu!!!
    Theka.
    http://www.comigomesmasim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theka
      É verdade, as vezes o vizinho nem tem grama kkkk. Eu já assisti o filme que você falou, e gostei muito sim kkkkk, é muito legal, é que comédia é meu gênero preferido.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir

  27. Agradeço a você por sua amizade tão especial,
    e por me fazer sentir que sou alguém
    com quem você se importa.
    Agradeço a você por todas suas visitas,
    embora muitas vezes não consigo fazer visitas
    sua presença é marcante no meu blog.
    Deus lhe de uma semana abençoada beijos paz e luz,Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evanir
      Obrigada pelo carinho da visita, também estou te devendo uma visita minha querida.
      Bjão. Fique com Deus!

      Excluir
  28. Olá querida Luciana!
    Que crônica fabulosa, você tem o dom de colocar na tela o que sente de maneira singular que satisfaz nós leitores.
    Sou sua fão número um acredite, gosto do seu jeito de escrever.
    Você deve publicar estas crônicas em algum jornal...adoro.
    Um abraço carinhoso e tudo de bom sempre...beijinhos para as crianças.

    ResponderExcluir
  29. Oi Teresa
    Obrigada pelo elogio minha amiga querida, serve de incentivo para que eu continue escrevendo.
    Bjão amiga querida. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E escreva cada vez mais, até pelas paredes se por acaso não encontrar um papel e o PC estiver longe, mas nunca abandone essa arte fantástica...parabéns querida...beijinhos

      Excluir

  30. Olá Luciana,

    É mesmo um tema sempre atual, pois somos eternos insatisfeitos e egoístas o suficiente para achar que o nosso problema é sempre maior que o do nosso próximo. Deseja-se a vida do vizinho porque ela simplesmente "aparenta" ser melhor que a nossa. Vai saber o que se passa com o "invejado"!
    Deveríamos preocupar-nos mais com a nossa grama, valorizando o que tivemos a graça de alcançar. Assim, então, seríamos mais realizados e felizes.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  31. Oi Vera
    Você tem razão em seu comentário, como eu já disse, quem nunca olhou para a grama do vizinho que atire a primeira pedra kkkk, mas olhar e valorizarmos o que temos em casa é o que melhor podemos fazer.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  32. Eu particularmente não gosto de comparações.
    Não sou a favor de quem se vitimiza achando que seu problema é sempre maior do que o do outro, tampouco quem fica olhando as desgraças alheias para se consolar. Acho até triste isto, ficar "feliz" ou "se sentir melhor" ao observar que tem uma vida melhor que o seu próximo.
    Cada qual tem sua grama e se não souber e tratar de cuidar dela, se fode.
    Temos que viver nossas vidas e deixar que os outros cuidem das suas, como dizem: "cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".

    ResponderExcluir
  33. Oi Chris
    Dei risada kkkkkk do final do seu comentário, tirando o palavrão, eu concordo com tudo que você disse, é que é do ser humano mesmo olhar para a grama alheia.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  34. "Estive pensando sobre as incertezas da vida. A que se destaca como sendo a pior das incertezas, é descontentamento com o que se tem no momento, e a vontade de sempre ter o que não tem. É fácil pensar na grama do vizinho, quando não refletimos no nosso florido e harmonioso jardim, aquele em que cuidamos, zelamos e convivemos durante tanto tempo. “A grama do meu jardim poderia ser mais verde, tão quanto a do vizinho”. Ora há quem diga com genialidade, que se notares com cautela, as suas gramas podem não ser tão verdes, mas não são artificiais, possuem raízes fortemente apegadas à terra, exalam vida, e é claro, dão espaço às várias árvores frutíferas e roseiras belíssimas que cercam seu jardim. Árvores nas quais, protegem sua grama do sol ardente, e da chuva arrasadora. Notarás que no seu jardim, poderás facilmente deitar na grama, à sombra da sua árvore, ler um bom livro e perceber o quanto de bom você possui. E aí você se dá conta de que, a grama do seu vizinho, apesar de tão verde, é sempre muito vazia.
    É esta linha de pensamento que procuro ter. E com certeza, sou de fato muito mais feliz assim."

    Laura Nickolas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez você não tenha um problema maior com sua grama, o que acontece na verdade, é que a sua grama é adaptável às suas necessidades.

      Laura Nickolas

      Excluir

Os comentários estão moderados, é melhor assim! Sua opinião é importante para mim!
Obrigada! Volte sempre!