terça-feira, 19 de julho de 2016

Seis anos após o diagnóstico de bipolar - Curtindo a paz de Deus!



Fiquei um bom tempo sem postar, mas tinha que voltar a escrever porque neste mês, mas precisamente no último dia 10 de julho eu completei seis anos de diagnóstico de transtorno bipolar.
Muita coisa aconteceu desde então, muita coisa ruim, mas muita coisa boa também. Eu sempre digo que no final dá tudo certo, se não deu certo ainda é porque não chegou no final.
Logo que fui diagnosticada passei por um turbilhão de pensamentos, literalmente, foi difícil a aceitação da doença, prá começar, depois acertar os remédios, e até eu descobrir que a cura real estava em minhas mãos, eu sofri muito, mas com a ajuda de Deus e da minha família (meu marido e meus filhos) eu consegui sair do fundo do poço.
Cheguei no fundo do poço nos anos de 2010 e 2011, onde tive duas crises de mania e um longo período de depressão, depois no ano de 2012 tive outra crise de mania, seguida de depressão. Pensei em desistir de viver, em sumir, a vida era um peso enorme, cheguei a quase ser internada. Hoje me lembro de tudo e parece que foi com outra pessoa e não comigo, mas sei que minha família sofreu muito com tudo que aconteceu.
Dou graças a Deus por não ter feito nenhuma besteira, ao contrário, eu me apegava mais ainda com ele, e escrevia muito aqui no blog.
Minha consulta o psiquiatra foi na semana passada, passo a cada seis meses, e faço terapia a cada quinze dias. Tomo remédios, mas é uma dose muito pequena diante daquilo que já tomei. Eu falei para o médico que parece que estou curada, na verdade me sinto curada. Tenho passado por momentos difíceis na minha vida familiar de desemprego e doenças, muito difíceis mesmo, que para uma pessoa "normal" já é estressante, e eu tenho conseguido manter a calma. O Senhor tem me dado da paz Dele! Só tenho a agradecer, fazendo uma retrospectiva desses seis anos, porque tudo é uma experiência para que eu possa ajudar outras pessoas que estão passando pelo que eu passei.
Beijos a todos. Fiquem com Deus.

4 comentários:

  1. Que maravilha, querida, você merece esta calmaria depois de tanta tempestade, né?
    Continue na paz de Deus!
    Abraços
    Mari

    ResponderExcluir
  2. Olá, Luciana! A data merece registro, acredito que além de acompanhamento médico e psicológico é fundamental o paciente conhecer as características do transtorno e se ajudar, pelo que acompanhei até aqui você está sempre se ajudando e isso sem dúvida é fundamental para que consiga passar pelas crises do dia a dia sem perder o equilíbrio.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Que bom que voce encontrou formas e suporte de ter sua vida de volta e esta no controle. Muito bom ver voce mantendo a calma mesmo com tudo de ruim que a vida as vezes tras. Isso e uma fase e tenha certeza que vai passar.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Luciana, prazer em 'revê-la',verdade,no final dá tudo certo, bacana que tenha tido aprendizado e compartilhado o que passou durante estes 6 anos,obrigado pelo carinho da visita, belos dias,abraços!

    ResponderExcluir

Os comentários estão moderados, é melhor assim! Sua opinião é importante para mim!
Obrigada! Volte sempre!