domingo, 18 de março de 2012

A vida é feita de desafios para serem ultrapassados!



   Ontem assisti ao filme acima citado e recomendo! É claro que esse blog não é destinado a indicação de filmes, deixo isso com o meu amigo J. Bruno, ele é especialista nisso, mas o filme em questão me chamou a atenção, porque é uma história real e de superação, e que superação da Bethany Hamilton. Ela poderia ter ficado se lamentando da vida, se auto compadecendo, mas não, ela foi à luta!
   Isso me lembrou de uma outra família, a Equipe Hoyt, eles também venceram todas as barreiras possíveis, e ultrapassaram os desafios da vida, se você quiser ver mais pesquise no youtube sobre a Equipe Hoyt. 
  Um amigo nosso chamado Bruno, que trabalha com meu marido, nos emprestou o livro Devoção (que fala justamente a história dessa equipe), eu estava no auge da minha crise o ano passado, eu falei um pouco da minha crise no meu primeiro post, ele não falou nada, só emprestou esse livro. O livro ficou um tempo na cabeceira da minha cama. Um belo dia eu o peguei, e não consegui parar de lê-lo, quando terminei, as lágrimas escorriam no meu rosto, e agradeci a Deus por ter filhos tão perfeitos. Daí eu entendi o porquê do Bruno ter emprestado o livro prá mim, ele quis dizer: Acorda! Você está mal, mas tem pessoas piores do que você que estão ultrapassando os limites, e continuando a viver, sim, porque eu estava literalmente "parada no tempo", justamente tendo dó de mim mesma, e este é o pior sentimento que alguém pode ter.
   É sempre bom ver esses exemplos  e refletir como os nossos problemas são até pequenos, tudo é uma questão de ótica. É que a grama do vizinho é sempre mais verdinha, e reclamar é sempre o caminho mais curto, do que ir à luta.
  Um ótimo final de domingo a todos, e uma ótima semana!



33 comentários:

  1. Eu sou totalmente a favor desta linha de pensamento, de não nos vitimizarmos, de não pararmos no tempo por uma adversidade, por mais dolorosa que seja. Eu somente não gosto de me olhar para a dor do meu próximo para me sentir melhor, acho isto mesquinho e triste. E não quis dizer que você está querendo fazer isto, é somente uma observação que eu faço sempre a todos aqueles que estão em dificuldade.
    Eu prefiro olhar pessoas que estão melhores do que eu, seguir seus exemplos e procurar melhorar.
    Ainda não assisti a este filme e seu blogue é livre, todas as resenhas de filmes ou livros são bem vindas. Blogues são para dividir cultura, entretenimento e não somente focar numa única temática. Eu, ao menos, não gosto de limitar o meu blogue. Gostei da sinceridade do post.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Finalmente não tive mais que provar que não sou um robó! 0/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que meu texto está imenso de erros, são os dedos psicopatas na pressa. Até logo parceira!

      Excluir
  3. Olá Christian
    Obrigada por seu comentário, de verdade, vc é dos meus, fala o que pensa. Eu gosto disso em vc. Vc é sempre bem vindo com seus comentários! Ah, finalmente saíram aquelas malditas letrinhas né? O meu marido seguiu o seu conselho e deu certo, não foi eu não, senão eu teria que sair da blogosfera, como prometido (kkkkkkk).
    Bjão.
    Bom final de domingo e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Verdade sim, a vida é feita de desafios mas que sejam para serem ultrapassados caso contrário não valerá a pena enfrentar eles e baixar os braços não é coisa que se aconselhe.

    Uma ótima semana tb p/ vcs

    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rui
      Obrigada pela visita mais uma vez, seus comentários são tão serenos e pertinentes.
      Bjos.
      Uma ótima semana.

      Excluir
  5. Oiiiii Luzinha... não conheço esse filme. Anotado.

    Mas, já vi documentários sobre esse livro que vc citou. Aliás, é lindo ver onde um pai pode chegar por amor ao seu filho. Grande exemplo de superação e amor!


    bjks :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba... sem verificação de palavras! hahaha

      Excluir
    2. Oi Joicy, minha querida madrinha!
      Como eu disse, só mencionei o filme, porque foi minha inspiração para o post, não sou crítica de cinema como o Bruno. E a Equipe Hoyt, sem palavras, na minha opinião, um exemplo prá todos nós. Ah como eu disse para o Christian, o Marcos conseguiu tirar finalmente as malditas letrinhas (kkkkk), ninguém merece blog com verificação de palavras.
      Bjão no coração. Uma ótima semana.

      Excluir
  6. Lu,

    Adorei o texto! O filme é lindo. Quanto ao livro não conheço, mas penso que ele foi importante para você. Isso já basta. As vezes não precisamos de um tratado, mas só algo que nos apoie. E aí lembro que um banco pode ser importante. Penso que tudo tem uma razão e procuro aprender em tudo que leio, vejo e analiso. Penso que só com vários sentidos e formas, podemos avançar e crescer.

    Tenha uma semana abençoada! Força na luta! Deus sempre para toda a família.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lú, minha querida Lú
      Obrigada pelo elogio ao texto, vindo de vc que é uma escritora de verdade, eu já ganhei a semana. Quanto ao seu comentário, sempre profundo, como vc é, sempre aprendo com vc.
      Bjão no coração e desejo em dobro tudo que vc me desejou!

      Excluir
  7. Oi Lu!
    Que bom que existem obras literárias e cinematográficas capazes de nos inspirar e impactar positivamente em nossas vidas, e melhor ainda que existem amigos capazes de nos ajudar quando precisamos! Beijos e uma linda semana pra você... Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elis
      Por incrível que pareça eu não sou o tipo de pessoa que fica nas prateleiras de locadoras procurando esse tipo de filme, ou procurando livros de auto ajuda, tanto o filme como o livro foram emprestados. Creio que tudo vem na hora certa, e creio que precisamos acordar para esses exemplos e agradeço ao nosso amigo Bruno que nos emprestou o livro na hora certa, como vc disse.
      Bjão e uma ótima semana prá vc.

      Excluir
  8. O livro eu conheço, o filme não.
    Quando lemos e abstraímos uma lição para nós é maravilhoso. Esse seu relato é prova de que uma literatura quando bem direcionada é capaz de transforma, modificar, trazer luz aos que necessitam.
    Deus usa tantos meios de nos abençoar, tantas maneiras de nos fazer enxergar a beleza da vida e o quando nos privamos dela por ficarmos lamuriando a vida.
    Adorei seu relato Luciana e que ele sirva de exemplos a outras pessoas.
    Beijokas doces e uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marly
      Eu recomendo o filme, você vai gostar. Assista, depois você me fala o que achou. Que bom que você gostou do meu relato, com certeza é Deus que está no controle de tudo!
      Bjão. e um ótima semana querida.

      Excluir
  9. Ola Luciana,
    Sabe,tão eu sempre pensei assim! Quando as coisas não estão boas lembro que existem pessoas em situações infinitamente piores e que estão se superando todos os dias e com um belo sorriso no rosto.

    Abraços Flávio,
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flavinho
      Eu estava sentindo sua falta! Você sempre é um dos primeiros a comentar! Você já me deixou mal acostumada (kkkkkkkkk). Falando sério agora, tem momentos, como o que eu passei o ano passado, foi bem negro mesmo, que eu só olhava para o meu umbigo, não conseguia olhar para o lado, ver nada além dos meus problemas, e esse livro me ajudou muito a mudar a minha visão nesse sentido.
      Bjos. Uma ótima semana.

      Excluir
  10. Lucianinha, tudo bem?
    Primeiro, muito obrigada pelo comentário atencioso lá no Humoremoconto *-*
    Menina, adoro histórias de superação e creio que devam mesmo render muitos roteiros de filmes, e têm pessoas que passam por cada desafio na vida real e o tiram de letra que fico pensando que às vezes meus problemas são muito pequenos para que eu não os procure superar ou, ainda, ajudar alguém.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cissa
      Primeiro não precisa agradecer, você sabe que eu amo comentar em blogs, e o que eu disse no seu é de coração.
      Como eu disse para a Elis acima, não fico procurando esse tipo de filme na locadora, mas eu gosto de assistir, prá dar tipo aquela acordada na gente. Eu mesmo superei muita coisa, mas isso é matéria para outro post, ainda tenho muita história prá contar....
      Quando você e o Victor me incentivaram a criar um blog, eu entrei com essa temática, justamente porque quero ajudar outros bipolares, que pode parecer ridículo, mas alguns tem até vergonha de assumir a doença, como se fossem criminosos. Quando falei que iria fazer o blog, fui aconselhada a não fazer, "expor" minha vida, mas eu fui em frente e estou amando esse espaço!
      Obrigada pelo incentivo!
      Bjão do coração e uma ótima semana prá você também querida!

      Excluir
  11. Oi, Luciana! Muito obrigado pela visita ao meu blog, assim pude ter a oportunidade de encontrar o seu, e posso dizer uma coisa: você é uma grande escritora! Comecei a ler e não dá vontade de parar. Adorei o texto, principalmente a parte que diz: "porque eu estava literalmente "parada no tempo", justamente tendo dó de mim mesma, e este é o pior sentimento que alguém pode ter", pq me identifiquei bastante.
    Escrevi um textinho antigo sobre bipolaridade que pouca gente entendeu... mais tarde vou procurar o link e mandar pra vc ver o que acha, tá?
    Muito prazer em conhecer vc e seu blog!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oi Bruno
    Aha, eu estava tentando lembrar quem era você, porque eu sou "viciada" em comentar em blogs, e não estava lembrando quem era você, porque eu comento em muitos blogs no domingo, daí eu cliquei em cima do seu nome e apareceu o seu blog. Você é o cara do blog que trabalha em cartório mas é escritor! Olha, ganhei a semana com seu elogio, é um incentivo prá eu continuar escrevendo. Escritora eu? Bom, como diz minha mãe, tem gosto prá tudo (kkkkkkk). Fiquei feliz com sua visita e espero que volte mais vezes, já estou te seguindo também.
    Bjos. e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  13. Oi Lu, quanto tempo não venho aqui, que vergonha. Bom, respondendo seus coments lá, obrigado pelos elogios a minha escrita hehe apesar da minha pouca idade :) mais para você ter noção gosto quando pessoas mais experientes visitam lá do que adolescentes bobas ! hehehe Bom, sobre o que escreveste...adorei o texto, e puder tirar de conclusão pra mim que mesmo por pior que eu esteja, sempre terá alguém pior do que eu ! Então não devo me deixar abater jamais, pois a vida é tão curta né ? Bom, é isso só, volto em breve querida!!! s2s2s2s2 Beijão, www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
  14. Oi Sabrina
    Que bom que você não se importa quando eu brinco com a sua idade, é que você é muito madura prá sua idade, você me faz lembrar eu quando era novinha igual você, mas não escrevia tão bem assim! Até agora não escrevo (kkkkkkkk). Quanto a demorar para aparecer, não se preocupe, eu sei que você está se focando nos vestibulares, e isso é o mais importante agora. Que bom que você gostou do post e serviu de inspiração prá você.
    Um super beijão prá você querida. Sucesso nos vestibulares, você vai longe!

    ResponderExcluir
  15. Olá!Boa noite!
    Ah! Gostei do seu "relato"!
    Gosto de filmes, onde há superação para vencer os obstáculos da vida!Nos ensina muito! Ver que existem pessoas que conseguem suplantar, o que nós nem tentamos.
    Obrigado pelas suas palavras carinhosas e amáveis á este blogueiro. Fico muito feliz e honrado!
    Boa terça! muita paz e luz!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Felisberto
    Que bom que você gostou do meu relato, eu também gosto deste tipo de filmes. Assista esse, depois você me fala se gostou.
    As palavras carinhosas a você são de coração, porque eu te acho um "fofinho" mesmo (kkkkk). Ainda bem que você gosta, as vezes ficava pensando se não estava exagerando.
    Bjão e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  17. Oi! Ótimo blog, estou seguindo, parabéns!

    http://mentearcana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá Thomas
    Obrigada pela visita e pelo elogio, espero que volte mais vezes.
    Bjos. e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  19. Respostas
    1. Obrigada!
      Uma ótima semana!

      Excluir
  20. As vezes eu preciso de um "empurrão" também, pra mudar um pouco a ótica. Qd a gente tá mal é mt difícil ver o lado bom das coisas, ou pelo menos enxergar a saída. Pra enxergar a saída a gente tem que ter um pensamento positivo, não dá pra ficar se lamentando.. Belo post.. Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre
      Obrigada por sua visita mais uma vez aqui, você prometeu e cumpriu! Acho que você resumiu bem o que acontece na maioria das vezes com todos nós, é difícil, mas devemos ir a luta, como esses exemplos que eu citei.
      Bjos e uma ótima semana.

      Excluir
  21. Luciana, eu também gostei do seu relato.
    E legal a dica do filme, vou assisti-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fátima
      Que legal que você comentou!
      Bjão, a gente se vê amanhã.

      Excluir

Os comentários estão moderados, é melhor assim! Sua opinião é importante para mim!
Obrigada! Volte sempre!